Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

Olhar que diz tudo

Apenas estava a beber um café numa pausa do almoço, quando olhei... e pro fundo daquela sala cheia de confusao, q misturava barulhos com imagens tremidas, lá estava um olhar penetrante mas ao mesmo tempo...triste

 

Já repararam como os olhos do ser humano mostram sempre um pouco de nós? Como parecem dizer o q somos, o q sentimos, o q sofremos ou o quanto estamos felizes? Parece q por mais fechados q somos mais se concentra tudo o q temos de segredos dentro do nosso olhar.                                                                                                                                                   Naquele caso concreto notei tristeza, via-se q o seu olhar nao acompanhava a conversa com outra pessoa, q era tudo uma representação de movimentos....aquele olhar mostrava tristeza, apenas tristeza.Tentei decifrar aquele olhar como se de um enigma se trata-se, mas em vão...ali ninguem consegue perceber nada de nada, por mais q se esforçe, por mais q insista, e por isso também eu ia ficando triste, apenas por vêr q era um muro alto demais para trepar ou espesso demais para furar.Desejo apenas q aquele olhar volte a brilhar de novo, como o sol q ilumina  o dia.Será sinal de alegria.

Todos nós temos um olhar, q mostra como estamos ou como somos e por mais q tentemos, nunca o conseguiremos esconder, porque só ele diz a verdade.Mas as verdadeiras razoes só nós as sabemos  pq estarao bem guardadas, fechadas num cofre em q só abrirá quem nós deixarmos e não apenas quem o queira fazer.                                                                                                             

tags: ,
publicado por Lonely Wolf às 23:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 30 de Janeiro de 2007

Desconhecidos no mesmo caminho

Quantas vezes pensamos q o espelho de nós proprios existe no sexo oposto, e q o vamos encontrar.Não será uma aproximação a um sonho paradisiaco em q tudo será perfeito? Não será um objectivo diário q temos no nosso interior e q possivelmente nunca o iremos  atingir?





Não teremos presente q todos os dias procuramos algo q nos complete, alguem q nos ouça como queremos, alguem q nos entenda como somos, alguem q nos dê tudo como gostamos? acho q a procura é interminavél, q mesmo quando pensamos q estamos bem com o q temos ou com quem estamos, essa procura não cessa.
Por vezes até encontramos esse espelho, esse desconhecido q se cruza nos mesmos caminhos e q procura a mesma coisa, e até parece q será o terminar da procura....mas nao! Sentimos sempre necessidade de mais, de completar a nossa parte psicologica e ás vezes fisica, mas o problema está sempre quando descobrimos uma imperfeição, algo q não contavamos encontrar, q nos põe logo e quase incoscientemente á procura.Podemos é ter a certeza de uma só coisa, esses desconhecidos q se cruzam no mesmo caminho estão no mesmo nivél de procura e q enquanto nos cruzarmos temos é q aproveitar tudo o q têm de bom para  podermos conciliar pensamentos, duvidas e até mesmo a hipotese de formar uma grande amizade.Não será por isso q é mais facil contar segredos a estranhos de q a um suposto amigo ou familia?
Aproveitem quem vos aparece na vida!
sinto-me: á maneira !
publicado por Lonely Wolf às 18:00
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2007

Amor q nos aperta

Aquilo q muitos têm medo de assumir ou até de sentir, por vezes é o mais facil de fazer, mas ainda há quem continue a deixar passar ao lado o q melhor existe na vida...amor!Será medo de sentir algo q o tira fora do seu normal?




Se por um lado andamos sempre há procura dele, muitos ainda o negam pensando q é coisa de "meninos" e q apenas o material interessa para o futuro, esquecendo-se porem q pode ser uma pessoa riquissima mas q sem amor nada tem! Temos depois aqueles q apenas vivem para ele nao sabendo viver sem ele, mas tb não equilibrando nada nas suas vidas, ficam tão cegos q fazem asneiras atrás de asneiras e nada nem ninguem os consegue demover, porque há algo mais forte q os controla, algo q os domina, q os faz dizer isto ou aquilo, q os faz esquecer de tudo o resto.Agora perguntamos assim: mas quem o alcança consegue manter a intensidade  q tinha no inicio? consegue  sentir aquele formigueiro no estomago para sempre?
Deixo q respondam, o q eu acho é q até o amor mais forte do mundo não é imutavel, mas sim variavél ou moldavél, e porquê? apenas pq a intensidade com q alguem o sinta nunca pode ser igual para duas pessoas ao mesmo tempo, o pico mais alto de amor louco e igual num casal será sempre no inicio, qd ele nos diz o q fazer e nao qd nós dizemos o q devemos fazer....aí já somos nós a dominar, e amor q se deixa moldar já não é amor na sua máxima força, pois esse nunca deixaria q pensassemos!
sinto-me: porreiro !
tags: , ,
publicado por Lonely Wolf às 21:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 28 de Janeiro de 2007

O tempo como referencia de tudo

Pois é, por todo o lado somos perseguidos pelo tempo, aquilo q passou, aquilo q vai passar, se por um lado ás vezes sentimos vontade de congelar momentos, por vezes queremos apenas q passe depressa sem q se sinta certas emoções....

 

 

Nunca sentiram vontade de congelar momentos? ou poder vivê-los outra vez, repeti-los com o gosto da 1ª vez, fazer isso sempre quando quisessem para reviver aquilo q tanto recordam mas q parece ir-se esfumando nas horas, nos dias, nos anos.....mas por outro lado se pudessemos fazer passar o tempo bem depressa quando estamos em baixo ou a viver situações menos boas q apenas desejamos q acabem de uma vez para sempre ,q seja apenas um pesadelo .

Controlar o tempo podia ser interessante, mas acabaria com essa dualidade de episodios? ou apenas nos tirava o verdadeiro gosto pelos bons momentos pois deixaria de ser unico, tornando-nos impotentes e cada vez mais covardes por nao encararmos os maus momentos com mais naturalidade.O q acham disso?

 

 

sinto-me:
publicado por Lonely Wolf às 18:20
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Janeiro de 2007

O bom no mau, o mau no bom

Acreditam na vida depois da morte? ou q reencarnaremos noutra pessoa? e porquê andarmos sempre a stressar por merdas q não têm siginificado nenhum comparados a quem nem casa, nem comida, nem familia têm?

 

No nosso dia a dia ja reparam bem o q  os rodeiam? além de paisagens bonitas tb outras coisas tais como desconfianças, invejas, excesso de grandeza, falsidades, sinismo e mto mais q dava para estar aqui até amanhã.Pois é mas agora depois de lerem isto vao dizer, epá este tótó é mesmo pessimista, nao tem confiança só vê o lado mau das coisas....erro! Acredito fielmente q existe o bom no mau mas q infelizmente o contrario é bem mais visivel e mais facil de detectar.Quase sempre temos duvidas q tivemos um dia super bom com tudo bom, com pessoas excepcionais...enfim....um sonho sobre um paraiso q nao deve existir! Se as coisas são assim mesmo q acreditemos na vida depois da morte, o q interessa isso? visto q apenas mudamos a pele e os problemas embora diferentes rodam sempre á volta das mesmas coisinhas......isto comparado a quem nem uma vida normal tem como ter uma casa ou comidinha quente, parece mesmo patetico.Mas as pessoas nao mudam e pensam q se hoje fizeram algo bom q vai compensar as porcarias q fazem quase todos os dias.....

 

sinto-me:
tags: , , ,
publicado por Lonely Wolf às 14:56
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2007

A questão dos amigos

Após tantos anos de conversas e textos suprimidos aqui estou eu de volta para falar de tangas e outras coisas da vida , que até podem interessar..ou não...a alguem, que tenha paciencia e tambem um pouco de inteligencia para atingir certas frases que mesmo eu tenho duvidas.Obrigado a todos.Paulo Martins.


Podemos falar de imensas coisas q se passam na vida, mas quero abrir este blog com alguma prudencia e destreza, porque isto dos "amigos" será sempre um assunto forte e ao mesmo tempo muito sensivél.
Começa-se principalmente na escola com aqueles amigos de todos os dias, em q queremos escolher os melhores e até há alturas em q a nossa inexperiência de vida nos diz q temos imensos amigos, algo q com os anos escolares se vai vendo q nao será assim tão linear.De qq maneira é um passo e depois qd chegamos á fase do emprego pensamos q vamos bem preparados e q aqueles amigos q sobraram dos tempos aureos de escola estão lá pro q der e vier....erro! Não só não estão, ou poucos estarão, pq até esses agora encontram-se  na mesma situação, estão tb perdidos há procura do tal verdadeiro amigo!
Isto dava mto q falar mas nao me quero perder já no primeiro dia, mas e o q acham de comentar? dar uma opinião era lucrativo ! Abraços e bjs ás meninas.

sinto-me: inspirado
publicado por Lonely Wolf às 19:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre este maluco

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.recentes e antigas

. Coração arrumado...Razão ...

. Sintonias desencontradas?

. Libertação...

. Hoje entendo...

. Saudades de Ti...

. Martinez ou nem isso...?

. Um Amo-te que não esquece...

. Química reciproca...

. Afinal ainda consigo Sent...

. Outra Relação...que morre...

.bolas de nafetalina

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Junho 2015

. Março 2015

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Dezembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.sites amigos

.Contador da Verdade

Europa Casino
casinos
blogs SAPO

.subscrever feeds