Sexta-feira, 17 de Agosto de 2007

Sentimentos heriditários....

Existem sentimentos fortes q julgamos fonte do nosso poder ou não, que julgamos fonte do nosso poder interior pessoal q combate qq situação, até sentimos q estamos prontos para combater qq coisa q achamos uma ameaça ao nosso ser....será maluquice????


Pois é.....embora confuso este sentimento, começo a entender q existem alguns malucos q até fazem sentido.Isto porque eu sinto certas coisas no meu coração q conversando com o meu pai, fazem algum sentido.Acho q certas revoltas de sangue estão certas neste nosso pensar pq afinal somos carne da mesma carne e existem factores q nos elevam na escuridão da vida, afinal nada é fácil e nada existe por acaso.
Pensava eu q certas intuições ou até elevações de coragem ou revolta apenas apareciam fruto da nossa vivência desde os tempos q estamos neste mundo, mas não....muitas destas coisas q temos dento de nós, q nos fazem mover, q nos fazem revoltar ou entender provêem de sentimentos hereditários de sentimentos muito fortes e marcantes q foram sentidos pelos nossos pais e tal foi essa força q chegou a nós.Mesmo q isso pareça impossível  acreditem q temos cá essas vivências , esse poder de  querer fazer,  as revoltas  q forem precisas,  o viver  na sua plenitude.
Se calhar estou a ser confuso demais, mas não é com intenção, acreditem e procurem bem dentro de vocês q parte das vossas escolhas, duvidas, medos , se também os vossos pais não o viveram e sentiram como nós agora.E perguntem a vocês próprios se por acaso  alguma das vossas decisões  não seriam mesmo iguais  ao q os vossos pais  tiveram  no passado, passando aí agora  através do sangue  os mesmos sentimentos .

Vou me deitar porque isto hoje não está a sair muito bem e antes q escreva ainda pior...
sinto-me:
música: you took my heart away
tags:
publicado por Lonely Wolf às 22:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 4 de Agosto de 2007

amizades inexistentes....parte II

Quais serão os nossos limites? até quanto conseguimos aguentar uma desilusão? e será q queremos ultrapassar essa desilusão com um perdão rápido e uma resolução q apaga tudo o q aconteceu de mau? e será q somos capazes de lidar com o q virá a seguir, continuar uma amizade como se nunca se tivesse furado os nossos limites?....Limites de desilusões...aqueles q nos atiram abaixo com se de um castelo de cartas de tratasse....



Penso q já escrevi inúmeras vezes sobre as amizades e não quero parecer demasiado repetitivo, mas quando criei este blog não foi de certeza para agradar ou desagradar alguém, apenas escrevo aquilo q me vai na alma e o q mais me agita a cabeça.
Mais uma vez uma desilusão, alguém q esperamos ser amigo mas depois fere-nos como se tivesse uma espada na mão.Transformar este episódio em algo medieval é ainda uma piada, porque sinceramente não tenho qualquer vontade de me rir...Começo a aperceber-me q com mais idade vou ficando mais revoltado e com menos paciência e depois olhando para trás vejo q não será de maneira nenhuma exagero da minha parte.
Antes eu tentava resolver, dava tudo de mim, achava sempre q a culpa seria minha, mas depois disso tudo ainda parecia q eu era o exagerado e q tudo o q dizia era apenas fruto da minha imaginação, agora....não! Já não faço isso e é com enorme frieza q depois de ser atingido no meu orgulho, não tento sequer reaver essa amizade, não penso q tenho culpa, mesmo reconhecendo o meu feitio e faço aquilo q nunca fazia antes....apago essa pessoa da minha vida! Aos poucos "vendo" essa pessoa, como se de um produto velho se tratasse, ou apenas a devolvo como se estivesse com a validade expirada....é verdade!
Não fiquem chocados, acreditem q é melhor assim, até porque quando eu sei q errei sei pedir desculpa e assumir os meus actos errados! mas quando acontece o contrário....acabou mesmo! Mas não pensem q o digo directamente....não! isso também já acabou, vou agindo como se nada se tivesse passado, é verdade....com um sinismo q eu pensava não ter e aquilo q sempre odiei nas pessoas, mas q afinal reconheço q todos nós temos essa faceta, mas q uns não sabem tê-la e outros recusam-se a usá-la!
A única semelhança no desfecho destas falsas amizades ou destas amizades cruas é q antes e agora mexem comigo de uma maneira forte e rigida, fico chateado com estas desilusões, porque se damos tanto de nós será justo sermos enganados assim? simplesmente não acho justo....
sinto-me:
música: pedro abrunhosa
publicado por Lonely Wolf às 20:52
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre este maluco

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.recentes e antigas

. Coração arrumado...Razão ...

. Sintonias desencontradas?

. Libertação...

. Hoje entendo...

. Saudades de Ti...

. Martinez ou nem isso...?

. Um Amo-te que não esquece...

. Química reciproca...

. Afinal ainda consigo Sent...

. Outra Relação...que morre...

.bolas de nafetalina

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Junho 2015

. Março 2015

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Dezembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.sites amigos

.Contador da Verdade

Europa Casino
casinos
blogs SAPO

.subscrever feeds