Sexta-feira, 8 de Junho de 2007

Aquilo q nos tornamos....copias?!

Desde miudos q vamos vivendo num mundo de diferenças e preconceitos e vamos crescendo até atingir um patamar da vida em q tudo isso se vai desfazendo com o passar da idade, falo de gostos, sonhos, sentimentos e imensas sensações q chegámos a viver...
Não quero parecer muito confuso e vou tentar explicar aquilo q estou a visualizar na minha mente, com calma e poderação.



Lembro-me no tempo de escola em q todo o pessoal tinham gostos escolhidos, grupos para onde entravam, estilos q adoptavam e haviam ainda aqueles q se recusavam a pertencer fosse ao q fosse, lutando contra isso e muitas vezes sendo desprezados.Isto podiam ser grupos de musica, de desporto, de estudo, etc , etc.Mas agora q vou encontrando essas pessoas num estado adulto com os seus trabalhos e até filhos, não sao mais do q uma copia dos seus pais, ou dos seus irmãos.Mais de 70 % desse pessoal foi contra tudo aquilo q dizia ou pensava, nao queriam filhos e vejo-os agora com 2 ou 3 filhos, não queriam usar fato e gravata e agora vejo-os todos impinocados, nao ouviam musica romantica e agora ate adormecem no carro a ouvir aquele disco dos anos 80 q os nossos pais ouviam...
Pois é, parece q afinal somos todos copias dos nossos pais, q incoscientemente fomos mudando aos poucos e gradualmente e atingindo o ponto dos nossos pais q muito criticávamos e q muito juramos nao seguir.Não acham estranho?
Quantas vezes estiveram a ouvir aquela musica q apenas se lembram dela desde os tempos em q eram miudos quando os vossos pais punham a tal cassete q tanto gozámos, e agora...alem de ouvir esses sons, ficamos com saudades desses tempos de juventude, a nossa e a dos nossos pais.
È claro q quase ninguem aceita este post, porque não admitem q isto seja verdade, alguns de nós ainda se recusa a aceitar naquilo q se tornaram, não por serem pessoas sem sucesso, mas pela simples razão q sabem no fundo do coração q foram contra aquilo q defendiam, talvez porque tiveram de optar várias vezes q caminho tomar e quantas vezes nós nao temos q ir contra aquilo q acreditamos e defendemos? dá q pensar não dá?
Apenas acho q temos imenso dos nossos pais, desde gostos a sentimentos, e q nunca fomos totalmente puros naquilo q achávamos ser ideal e super correcto.
sinto-me: com razão
música: if everyone cared-nickelback
tags: ,
publicado por Lonely Wolf às 20:41
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Ana Raimundo a 16 de Junho de 2007 às 12:42
Olá, é verdade naquilo que dizes, e penso que uma frase que nós dizemos aos nossos filhos com frequência "quando cresceres e tiveres filhos nessa altura vais-nos dar o devido valor"essa frase eu também já a ouvi dizer aos meus pais e achava que não seria assim.
A vida é mesmo assim,eu quando era jovem gostava de ouvir a musica romântica, aos cinquenta e cinco passei para a classica.
Beijinhos e até sempre.

Comentar post

.mais sobre este maluco

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.recentes e antigas

. Coração arrumado...Razão ...

. Sintonias desencontradas?

. Libertação...

. Hoje entendo...

. Saudades de Ti...

. Martinez ou nem isso...?

. Um Amo-te que não esquece...

. Química reciproca...

. Afinal ainda consigo Sent...

. Outra Relação...que morre...

.bolas de nafetalina

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Junho 2015

. Março 2015

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Dezembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.sites amigos

.Contador da Verdade

Europa Casino
casinos
blogs SAPO

.subscrever feeds