Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Adeus...até sempre!

Mais uma vez fico imenso tempo sem aparecer neste blog, mas acreditem q tenho imenso para desabafar. Esta semana e parte da outra tiveram acontecimentos muito emotivos, passei por um momento triste depois da minha avó falecer e tive logo q me recompor para dar inicio ao meu novo negocio em q a minha presença de espírito alegre é importante no desenvolvimento de algo novo.





As pessoas acabam sempre por temer e por recusar aquilo q temos tão certo q é a morte.Continuo a ver isso e vi mesmo no funeral da minha avó, mesmo quando um pilar tão importante de uma família morre continua-se a ver famílias separadas, a ignorarem-se , a evitarem-se, a olhar de lado e a comentar baixinho os defeitos dos outros familiares.É realmente triste uma alma q se vai embora ainda ter de observar tanto odio e rancor e digo isto com enorme mágoa porque afinal se não fosse aquela linda senhora a dar á luz quatro filhos, hoje não haveriam tios, netos, primos e sei lá mais o quê.
Desejo q ela encontre nas portas do céu a paz eterna q cá em baixo parece não ser possível encontrar, nem entre desconhecidos e nem mesmo entre familiares.
Foi difícil segurar a barra da emoção tão forte, ajudar quem estava a sofrer e sofrer com tudo aquilo q via, mas confesso q aquilo q ainda me fez quebrar mais, foi sem duvida as pessoas q se dirigiram a mim ou por me conhecerem as feições de pequeno e porque conheceram há muitos anos o meu avô.Confesso q chorei quando as pessoas me diziam tão bem de alguém q significou tanto para mim e q mesmo hoje eu não superei a sua morte.Mas agora com a companhia da minha avó, penso q estarão juntos para a eternidade.
Eu sofri sempre muito mais com a morte repentina do meu avô do q agora com a minha avó, é um facto, mas isto tudo junto fez lembrar muitas coisas, e estas pessoas q vieram ter comigo comprovaram aquilo q eu sempre senti  mas q pensei ser apenas um sentimento de neto: q o meu avô era um grande homem!
Foram mesmo estas palavras q ouvi da ultima pessoa q falou dele a mim após eu ter deixado três pedaços de terra na campa da minha avó.Chorei com tristeza de o ter perdido mas fiquei orgulhoso de saber q tudo aquilo q eu sentia sobre ele é e sempre será a pura das verdades! Tenho imensas saudades dele e gostava de ter um terço da força q ele tinha, mas aposto q ele está lá a olhar por mim e agora com a esposa ao lado, a minha avozinha.

Após estas emoções fortes de famílias desunidas e de tristeza q não podemos esconder, tive de voltar à realidade da vida e encarar novamente o quotidiano, desta vez um novo negócio q tenho.
É complicado ter de ser abstrair de sentimentos tristes para estar pronto para tudo, mas a vida tem de continuar e este projecto significa responsabilidade q engloba outras pessoas, mas acreditem q tudo isto q de mau nos acontece também serve para nos reforçar e preparar para o futuro, somos seres q por vezes nos esquecemos das coisas importantes da vida e só olhando a realidade como ela é mesmo é q  nos abre a visão do futuro.

Peço a todos q vivam a vida com mais calma, desfrutem-na de outra maneira, aproveitem todos os pedacinhos de coisas boas e olhem o céu e as estrelas e pensem: somos tão iguais mas tão egoístas q tudo aquilo q temos de bom não é quase nunca reconhecido na nossa essência.
Beijos ás meninas
Abraços aos meninos
sinto-me: emocionado
música: nenhuma
publicado por Lonely Wolf às 22:46
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Ana Raimundo a 4 de Outubro de 2007 às 20:04
Olá amigo.

Primeiro que tudo quero te dar um grande abraço e que saibas que eu sinto imenso a tua dor neste momento.

Sei que é fácil de dizer, mas difícil de aceitar ouvir dizer alguém que a morte é apenas uma passagem para a outra vida esta sim mais pura sem rancores e sem invejas etc .
esta é a minha filosofia de vida, e podes ter a certeza que eles estão a olhar por ti, lembra deles todos os momentos felizes.l

e quero-te dizer que com a partida deste ser ganhaste mais um ANJO para te ajudarem todos os teus momentos.

Tenta viver a tua vida intensamente e sê FELIZ.

Um grande abraço e até sempre.
De adelaide a 21 de Junho de 2014 às 12:10
Quero dizer o amor em todas as areas só morre no nosso sopro. Até sempre
De adelaide a 21 de Junho de 2014 às 12:15
Quero dizer o amor em todas as areas só morre no nosso sopro. Até sempre
De adelaide a 21 de Junho de 2014 às 12:15
Quero dizer o amor em todas as areas só morre no nosso sopro. Até sempre
De adelaide a 21 de Junho de 2014 às 12:15
Quero dizer o amor em todas as areas só morre no nosso sopro. Até sempre
De adelaide a 21 de Junho de 2014 às 12:15
Quero dizer o amor em todas as areas só morre no nosso sopro. Até sempre
De adelaide a 21 de Junho de 2014 às 12:15
Quero dizer o amor em todas as areas só morre no nosso sopro. Até sempre
De adelaide a 21 de Junho de 2014 às 12:16
Quero dizer o amor em todas as areas só morre no nosso sopro. Até sempre

Comentar post

.mais sobre este maluco

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.recentes e antigas

. Coração arrumado...Razão ...

. Sintonias desencontradas?

. Libertação...

. Hoje entendo...

. Saudades de Ti...

. Martinez ou nem isso...?

. Um Amo-te que não esquece...

. Química reciproca...

. Afinal ainda consigo Sent...

. Outra Relação...que morre...

.bolas de nafetalina

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Junho 2015

. Março 2015

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Dezembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.sites amigos

.Contador da Verdade

Europa Casino
casinos
blogs SAPO

.subscrever feeds